segunda-feira, 28 de maio de 2007

Com a Pena

Ao Tigrão

Veja, entenda
Que com a pena...
Não se pode acertar.

Veja, entenda...
Que com a pena
Não há nada que se venda
(Ou que se compre)

Veja, entenda...
Que com a pena
faz-se soneto, faz-se emenda

Veja, entenda...
Que com a pena
Não há quem não se renda
Às palavras sem valor!


BBV

Um comentário:

vanessa disse...

palavras...
calejadas, sem pegadas
fortes e inspiradoras
machucam e enaltecem

tudo e nada

realmente
com a pena
não se pode ter pena

=P